6 Dicas para manter a saúde do coração

saúde do coração, 6 Dicas para manter a saúde do coração, Abreu Cardiologia, Abreu Cardiologia

Você pode não pensar muito na saúde do coração durante o dia, mas ele está trabalhando o tempo todo para lhe manter vivo.

Isso porque seu coração é o músculo mais importante do seu corpo, bombeando sangue e oxigênio para todos os seus órgãos.

Quando seu coração não recebe os cuidados necessários, podem surgir problemas sérios no revestimento das artérias, como, por exemplo, o aparecimento de placas de colesterol. Essas mesmas placas, muitas vezes, são a causa de ataques cardíacos, já que elas bloqueiam o fluxo sanguíneo nas artérias.

Por isso, é fundamental entender as várias condições que podem piorar a saúde do coração, para fazer uma prevenção efetiva e mantê-las sob controle.

Pensando nisso, elaboramos esse pequeno post com 7 dicas para manter a saúde do coração. Aproveite a leitura!

1. Se livre do estresse

O colesterol elevado e desregulado pode obstruir as artérias do coração, enquanto o excesso de estresse é um fator que eleva esse risco ainda mais.

Isso ocorre, pois, uma pessoa estressada e ansiosa libera mais cortisol no organismo do que uma pessoa comum. Esse hormônio, por sua vez, aumenta a concentração de glicose no sangue, desencadeando outros problemas como diabetes e descontrole nos níveis de colesterol.

Uma boa maneira de se livrar do estresse é cultivando hobbies, fazendo coisas relaxantes ou até mesmo viajar e tirar férias para se livrar da correria urbana.

2. Pare de fumar

Se você fuma, parar de fumar é uma das melhores coisas que você pode fazer parar melhorar a saúde do coração.

O cigarro possui mais de 4.000 substâncias tóxicas e a pior delas, a nicotina, é a principal responsável por lesar o revestimento interior dos vasos. Essas lesões, juntamente com outros hábitos ruins, podem levar ao aparecimento de uma condição conhecida como Aterosclerose, principal causa da maioria dos ataques cardíacos. Saiba mais sobre o tabagismo e seus prejuízos.

3. Controle sua pressão arterial

A hipertensão arterial é algo que muitas vezes passa despercebido, pois não é algo que você pode sentir, sendo praticamente assintomática.

A pressão arterial é nada mais, nada menos, que a pressão que seu sangue exerce sobre as paredes dos seus vasos sanguíneos à medida que o seu coração bombeia o sangue ao redor do corpo.

Ao permanecer constantemente alta, configura um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas.

À medida que você envelhece, aumentam as chances de ter pressão arterial persistentemente alta, portanto, monitore-a com frequência, evite o álcool, perca peso e não exagere no sal. Desta forma, sua pressão será mais estável e fácil de controlar. Saiba mais sobre a hipertensão arterial.

4. Seja fisicamente ativo

Fazer exercícios só traz benefícios: ajuda a controlar a glicemia, a pressão arterial, ajudam a aumentar o colesterol bom (HDL) e diminuir o colesterol ruim (LDL), além de deixar seu coração muito mais forte e condicionado.

Você não precisa ser um atleta, 30 minutos de exercícios todos os dias são suficientes para colher os benefícios da prática.

Caso você não consiga fazê-lo todos os dias, não há problema. Você pode treinar dia sim dia não ou apenas fazer 3 horas de atividade física por semana nas suas horas vagas. O importante é fazer disso algo e agradável, beneficiando tanto à saúde física, quanto mental. Conheça 9 mitos e verdades sobre exercícios físicos.

5. Dispense o álcool

O consumo de bebidas alcoólicas é um dos hábitos mais comuns do mundo, no entanto, este hábito deletério pode danificar de forma irreversível o fígado e o coração.

O álcool é um mal silencioso. Junto com o cigarro, ele é um dos principais agressores dos vasos sanguíneos, contribuindo para o desenvolvimento de Aterosclerose.

6. Tenha um peso saudável

De acordo com muitos estudos, o excesso de peso pode aumentar o 50% o risco de desenvolver doenças cardíacas.

O sobrepeso na comunidade científica é frequentemente associado com intolerância à glicose, alterações do perfil lipídico e, principalmente, à hipertensão arterial. A associação de todos esses fatores de risco cardiovascular demonstram porque o peso é importante e merece a devida atenção na manutenção da boa saúde.

A localização da gordura no corpo também importa. Isso porque a gordura abdominal visceral (famosa barriguinha) é a mais perigosa, segundo os especialistas. Justamente por isso, ela serve de parâmetro para medir o grau de risco de uma pessoa desenvolver alguma doença cardíaca.

7. Se alimente de forma adequada

Comer uma dieta variada em alimentos saudáveis pode ajudar muito a controlar o peso, pressão arterial e colesterol.

Se você não sabe por onde começar, há alterações específicas que você pode fazer em sua dieta par ajudar a prevenir doenças cardíacas. Dentre elas:

  • Diminua o sal. Uma boa dica é substituí-lo por ervas e especiarias, que além de saudáveis, ajudam a enriquecer o sabor dos alimentos;
  • Aumente o consumo de gorduras boas e diminuía o consumo de gordura saturada e trans (carne vermelha e alimentos industrializados);
  • Diminua o consumo álcool e, se for fumante, tente abandonar o cigarro;
  • Prefira alimentos grelhados ou cozidos a alimentos fritos;
  • Cuide da sua saúde mental. Evite o estresse, leia, medite, planeje uma viagem, desfrutando dos bons momentos da vida;
  • Inclua ômega-3 na sua dieta. Ele é encontrado em alimentos como peixes, abacate e oleaginosas, e ajuda a proteger o coração.

Como você pode ter percebido, se não existem fatores genéticos e hereditários envolvidos, a saúde do coração depende unicamente de nós mesmos, portanto, comece agora mesmo a mudar seus hábitos para manter seu coração cada dia mais saudável.

Até breve!

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.